Gayatri Chakravorty Spivak

Ourige: Biquipédia, la anciclopédia lhibre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Gayatri Chakravorty Spivak (24 de fevereiro de 1942, Calcutá) é uma crítica e teórica indiana, mais conhecida por seu artigo "Can the Subaltern Speak?", considerado um texto fundamental sobre o pós-colonialismo, e por sua tradução de Of Grammatology de Jacques Derrida. Spivak leciona na Columbia University, na qual atingiu o mais alto nível do corpo docente em março de 2007. Erudita prolífica, ela viaja e ministra palestras por todo o mundo. É membro-visitante do Centre for Studies in Social Sciences de Calcutá.

Obras[eiditar | eiditar código-fuonte]

Acadêmicas[eiditar | eiditar código-fuonte]

  • Myself, I Must Remake: The Life and Poetry of W.B. Yeats (1974).
  • Of Grammatology (tradução com introdução crítica do texto de Derrida) (1976)
  • In Other Worlds: Essays in Cultural Politics (1987).
  • Selected Subaltern Studies (editado com Ranajit Guha) (1988)
  • The Post-Colonial Critic (1990)
  • Outside in the Teaching Machine (1993).
  • The Spivak Reader (1995).
  • A Critique of Postcolonial Reason: Towards a History of the Vanishing Present (1999).
  • Death of a Discipline (2003).
  • Other Asias (2007).

Literárias[eiditar | eiditar código-fuonte]

  • Imaginary Maps (tradução com introdução crítica de três histórias de Mahasweta Devi) (1994)
  • Breast Stories (tradução com introdução crítica de três histórias de Mahasweta Devi) (1997)
  • Old Women (tradução com introdução crítica de duas histórias de Mahasweta Devi) (1999)
  • Song for Kali: A Cycle (tradução com introdução da história de Ramproshad Sen) (2000)
  • Chotti Munda and His Arrow (tradução com introdução crítica do romance de Mahasweta Devi) (2002)

Ber tamien[eiditar | eiditar código-fuonte]

  • Pós-colonialismo

Lhigaçones sternas[eiditar | eiditar código-fuonte]