Fernando de Castro Branco

Ourige: Biquipédia, la anciclopédia lhibre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Fernando de Castro Branco (Dues Eigreijas, 1959), ye un scritor pertués. Studou lhénguas i lhiteraturas Modernas i ye mestre an lhiteratura pertuesa moderna i contemporánea, pula Faculdade de Lhetras de la Ounibersidade de l Porto. Ye nembro de la Associaçon Pertuesa de Scritores, i screbiu la obra Ũa Antologie.[1][2]

Obras[eiditar | eiditar código-fuonte]

  • Poética do Sensível em Albano Martins, Roma Editora, 2004
  • Alquimia das Constelações, Roma Editora, 2005
  • O Nome dos Mortos Seguido de Biografia das Sombras, Atelier de Produção Editorial, 2006
  • Estrelas Mínimas, Editora Labirinto, 2008
  • Plantas Hidropónicas, Cosmorama Edições, 2008
  • Marcas de Verões Partidos in A Carvão, Cosmorama Edições, 2009
  • Arte do Espaço in A Carvão, Cosmorama Edições, 2009
  • Assinatura Irreconhecível, Cosmorama Edições, 2010
  • A Caminho de Avoriaz, Cosmorama Edições, 2011

Refréncias

Wiki letter w.svg Este artigo ye un rabisco. Tu puodes ajudar la Biquipédia acrecentando-lo.